Iniciar/Parar trilha

Durango_Kid.jpg

 Durango Kid      P&B / Dublag. Original

A série Durango Kid foi uma produção fantástica, típica, como todo “B-Western Serial” da época. 
O ator americano Charles Starrett nasceu em Athol, Massachusetts, EUA, no dia 28 de março de 1903. Era de família abastada e não tinha planos de entrar para a carreira de ator, muito menos de se tornar um dos grandes caubóis da história mundial do entretenimento. No começo da carreira dele, quando ainda estudante, alto, elegante e de físico privilegiado, Charles Starrett já era considerado uma das grandes atrações do time de futebol americano da sua faculdade, na Universidade de Darmouth, ou simplesmente, Darmouth College. De acordo com a história, o primeiro contato com o cinema foi bastante discreto, mas suficiente para despertar seu interesse, que foi ativado quando participou timidamente de uma produção cinematográfica de 1926. Foi convidado para fazer uma pequena ponta no filme O Campeonato do Amor (The Quarterback), juntamente com todo o time de futebol da universidade, que apareciam em várias cenas ao longo do filme. A partir daí, movido pelo entusiasmo e a novidade, aquele atleta percebeu que atuar era o que mais lhe aprazia, passando posteriormente para os palcos de teatro.
Todos têm conhecimento que a personagem Durango Kid foi a consagração de Charles Starrett. Pouca gente sabe, entretanto, que apesar de ter sido um dos principais responsáveis pelo sucesso da personagem e o primeiro a lhe dar a vida, Starrett não foi o único a interpretar aquele intrépido paladino da justiça na história do entretenimento. Durango Kid também foi interpretado e vivido por outros dois atores: Wally Cassel (no filme “Lei e Ordem”/”Law and Order” de 1953) e Joe Pantoliano (no filme feito para a tevê, “El Diablo” em 1990). Dados históricos e anotações de vários fãs americanos, estudiosos e especialistas no assunto, disponibilizados na Rede Mundial de Computadores, dão conta de que a primeira vez que se ouviu falar na personagem Durango Kid foi justamente no filme feito pelo próprio Starrett, numa produção do ano de 1940, chamada de “O Cavaleiro de Durango”/”The Durango Kid”. Posteriormente, o sucesso daquele filme se concretizaria com a produção de mais 64 (sessenta e quatro) longas em preto e branco, que compuseram a famosa série que passou na tevê. O curioso é que referidos episódios não foram feitos para a tevê, mas para o cinema e eram passados principalmente nas matinês. Todos os episódios da série chegaram a ser exibidos no Brasil.

 

 


Qualidade Razoável

 

Coletânea

Disco 1  R$ 10
O gancho de aço
Valentia Rural

Disco 2 R$ 10
Terra de ninguém
Os fora da lei

Disco 3 R$ 10
O rio perdido

Criação de Site