Iniciar / Parar trilha

Corrida_Espacial.jpg

 Corrida Espacial    Col/Dubl. Orig

Observando o grande interesse pelo tema espacial, o estúdio Hanna-Barbera resolveu aproveitar a situação, relançando um de seus sucessos, A Corrida Maluca (The Wacky Races - 1968), com uma nova roupagem e personagens.
Assim nascia A Corrida Espacial (Yogi's Space Race - 1978), estrelada por nosso amigo Zé Colméia. Esta série mostra alguns dos personagens do estúdio (Tutubarão, Dom Pixote, Fantasmino, etc...) competindo em uma espécie de enduro espacial "duríssimo", cujos prêmios eram aparentemente fantásticos, mas sempre se revelavam uma "grande furada" no final.
Na abertura típica de cada episódio havia uma locução de um narrador em grande estilo, mostrando o trajeto e os perigos que os competidores enfrentariam. A seguir colocamos uma delas:
"Radar ligado e sonar espacial ligado. Tudo em ordem e funcionando para as emoções de fazer parar o coração e de tirar o fôlego. Vamos acompanhar a primeira, única e fabulosa Corrida Espacial. A corrida hoje será em direção ao centro do universo, o planeta Eggo, que se encontra a dois milhões de anos luz do planeta Terra.
Eggo é um planeta super estranho, conhecido pelo seu horrível campo de força, seus mistérios, inexplicáveis desastres e talvez o pior de tudo, Átila, O Viking Espacial..."
O charme da Corrida Maluca era com certeza Dick Vigarista e Mutley, uma dupla de trapaceiros que tentava ganhar a corrida sempre por meio de golpes sujos. Para a Corrida Espacial, eles foram re-estilizados, transformando-se no Poderoso Falsão e no Trambique, sem no entanto deixarem de ser um cara mal-encarado e um cachorro risonho e resmungão.
Todavia, os vilões ganharam um toque especial de criatividade: durante a corrida eles se disfarçavam de Capitão Guapo e Branquinho (um gato!?!?!). Uma dupla de "heróis" que aparentemente ajudam os competidores nos momentos difíceis, mas na verdade só atrapalhavam. Agindo incorretamente, eles indicam falsos atalhos ou realizam acordos escusos com outros seres-maus para que devorem os heróis. Na época, o sorriso de "garoto-propaganda" de pasta de dentes do Capitão Guapo e o jargão "Cala a boca, Trambique!!!" do Poderoso Falsão se tornaram famosos.

 

 

 

 

 

Qualidade Excelente 

 

 

 

 

 

 

Coletânea

Disco 1 R$ 10
Corrida através das galochas
O triângulo de Boriagui
Viagem ao centro do universo
A corrida planetária
Francia

Disco 2 R$ 10
Nebuloc o planeta pré histórico
O planeta bongo
Esparticana espetacular
A maratona de Mizar
O planeta perdido de Atlântida

Disco 3 R$10
A corrida através de OZ
Saturno 500
Netuno 9000

Criação de Site