Iniciar / Parar Trilha

O_Fantasma.jpg

 O Fantasma   P&B/Legendado

Em 17 de fevereiro de 1936, o argumentista Lee Falk (que também criou o personagem Mandrake, o mágico) e o desenhista Ray Moore criaram para os jornais americanos a tira The Phantom (o Fantasma). O personagem deu projeção internacional a Lee Falk, que já era bem conhecido por suas tiras de Mandrake, e ganhou fama rapidamente.
As tiras do espírito-que-anda, um dos apelidos do herói (cujo "verdadeiro" nome é Kit Walker ou "senhor Walker"), ganharam os jornais do mundo. No Brasil, o personagem chegou no começo dos anos 40, com o nome (por favor, ninguém pergunte por quê) de "Fantasma Voador". O "voador", no entanto, rapidamente caiu em desuso - por razões óbvias, já que nunca em sua vida o personagem voou, a não ser usando um avião ou helicóptero. 
"Há 400 anos, o único sobrevivente de um ataque pirata foi parar nas costas da Índia, em uma floresta, após ver seu pai ser morto pelos piratas.Esse homem fez um juramento sobre a caveira de seu inimigo (Devotarei minha vida a todas ao combate de todas as formas de pirataria, cobiça e crueldade. e meus descentes continuarão minha missão) que o transformou no primeiro Fantasma. Geração após geração, o filho mais velho faz o mesmo juramento e recebe o uniforme". E assim surgiu a lenda do Fantasma, o misterioso herói que defende as tribos de nativos - que pensam que ele é imortal - dos malfeitores e que combate o crime em todas as suas formas.
Acompanhado pelo lobo Capeto e o cavalo Herói, o Fantasma (ou espírito-que-anda) tem uma mira perfeita, é um investigador de primeira, com uma inteligência dificilmente superada, e é praticamente imbatível em combate.
Por sinal, o herói, cujo verdadeiro nome é Kit Walker, tem nas mãos o famoso anel da caveira, com o qual soca os criminosos deixando uma marca, em forma de um crânio humano, que só pode ser retirada por ele mesmo em um ritual secreto (detalhe: o anel teria sido dado a um dos fantasmas pelo famoso alquimista Paracelsus, que desenvolveu a "marca da caveira") O Fantasma tem ainda um outro anel, que usa bem menos, com uma marca de proteção. A maioria das histórias envolve histórias de criminosos que abusam da ingenuidade das tribos pacíficas próximas à Caverna da Caveira (que é protegida por mortíferos pigmeus), brigas entre as tribos, histórias detetivescas estilos noir (estas geralmente contam com a participação da namorada Diana Palmer) e até mesmo crimes e confrontos políticos em reinos e países pouco conhecidos.
Personagens
Além do Fantasma e de suas dezenas de antepassados que aparecem nas crônicas, os principais personagens são a namorada/esposa Diana; o sobrinho Rex; os filhos Kit e Heloise; o chefe e conselheiro Guran; o cavalo Herói e o lobo Capeto; a Patrulha da Selva; os presidentes Luanda e Luaga, além de índios de várias tribos, como os Wambesi. Aliás, vale uma observação: originalmente o naufrágio foi na Índia, mas gradativamente a selva da história foi cada vez mais ficando parecida com a África.




Qualidade Boa 

 

 

Coletânea

Disco 1 R$ 10
O sinal do crânio
O homem que nunca morre
O código de um traidor
O banco do julgamento
O fantasma que anda
A selva sussurra
O poço do mistério

Disco 2 R$ 10
Em busca das chaves
A princesa do fogo
A câmara da morte
A chave esmeralda
As presas da fera
O caminho para zoloz
A cidade perdida
Paz na selva

Criação de Site